Você sabe o que são aquelas bolinhas branca fedorentas que aparecem na garganta?

PUBLICIDADE

Você sabe aquelas bolinhas branca com cheiro ruim, que de vez em quando aparecem em nossa garganta? Não estamos falando aqui das placas de pus que se forma nas amígdalas por causa de uma infecção mais séria, se trata daquelas bolinhas fedorentas e pastosas que se formam em nossas amígdalas e são expelidas quando tossimos ou espirramos.

Então! Essas bolinhas, caso você não saiba, também são conhecidas como cáseos amigdalianos, tonsilólitos ou caseum, e não são nada com o que você deva se preocupar. De acordo com Alina Bradford, do site Live Science,basicamente, as bolinhas consistem em acúmulos benignos de restos de tecidos, alimentos e bactérias nas reentrâncias que existem nas amígdalas.

PUBLICIDADE

Por que elas aparecem?

As amígdalas são um conjunto de tecido linfático que entram em ação quando inalamos ou engolimos agentes que podem causar vários tipos de doenças, ativando o sistema imunológico. Elas funcionam como uma barreira de proteção para impedir a passagem de partículas, fragmentos de comida e outros coisa que podem entrar pelo sistema respiratório e chegar até os pulmões.

PUBLICIDADE

Segundo Alina, com o passar do tempo, esses fragmentos todos, juntamente com células mortas e bactérias, vão se acumulando nas cavidades presentes nas amígdalas. Então, o nosso organismo envia glóbulos brancos para atacar esses corpos estranhos, e quando essas células imunológicas terminar o “serviço”, o que fica para trás são partículas mais consistentes. Mas, se os fragmentos ficarem alojados nas reentrâncias das amígdalas (ou grutas), eles podem ir aumentando de tamanho.

A presença desses fragmentos nas amígdalas podem causar vermelhidão e irritação, outro sintoma bastante comum em quem possui essas bolinhas é o mau hálito, resultado da ação das bactérias que estão presentes nas bolinhas.

PUBLICIDADE

Não há muito que se fazer, a recomendação é escovar bem os dentes após as refeições, usar fio dental e dar um trato na língua escovando sempre para evitar a proliferação de bactérias.

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator