Sete provas que o dilúvio Bíblico realmente aconteceu.

A narrativa bíblica para muitos ainda é o mistério, alguns acham que se trata apenas de uma história, mas aqueles que têm fé e acreditam nas palavras das sagradas escrituras, acreditam que realmente aconteceu. A seguir algumas evidências de que o dilúvio bíblico realmente aconteceu.

1 – Os restos da Arca de Noé de David Allen Deal

Na Turquia, David Allen Deal acredita ter encontrado os restos da Arca de Noé. As dimensões dos “restos” da arca correspondem certinho àquelas dadas nos textos antigos da bíblia, e a área em si é conhecida localmente como Naxuan (“Sião de Noé”). O lugar apareceu pela primeira vez no final da década de 1940, depois de descobrirem o estranho contorno da terra após um terremoto.

2 – As marcas das inundações.

Uma das maneiras mais fáceis de detectar a localização de inundações que já aconteceram, é a presença das divisas feitas pela água. Qualquer atividade de água significativa, como tsunamis, deixa essas divisas para trás. Mas essas marcas foram vistas também acima do nível do mar e do solo, o que pode ser que grandes inundações em larga escala aconteceram em algum momento aconteceram ali naquele local.

 3 – Antigos escritos que contam a mesma história.

Toda civilização trás consigo uma lenda de uma grande inundação dos “tempos antigos”. Nos mitos e lendas gregas Zeus prometeu enviar uma grande inundação para destruir seus inimigos. No folclore romano conta que o deus Júpiter, com a ajuda do deus Netuno, inundam a terra para livrá-lo dos “maus caminhos da humanidade”. Nas antigas lendas egípcias, Atum envia o dilúvio contra o “povo rebelde”. No entanto, ele opta por permanecer na Terra.

4 –  Gobekli Tepe

Esse local é considerado uma das primeiras regiões a se estabelecer depois do dilúvio. Foram encontrados altares com vestígios de sangue de animais possivelmente sacrificados. Isso liga a muitas histórias bíblicas e escritos antigos que falam de Noé.

 5 – Cidades submarinas

Muitas cidades submarinas, ou os restos delas, foram encontradas em todo o mundo. Muitas dessas cidades correspondem a 10.000 a.C., época em que  foram parar embaixo da água.

 

6 – Evidências nos pergaminhos do Mar Morto

Com a descoberta dos Manuscritos do Mar Morto no final da década de 1940, forma achados escritos que não eram vistos há milhares de anos. Neles foram encontrados mais informações sobre a arca. Os pergaminhos falam muito sobre o dilúvio e sobre a arca.

 

7 – Pesquisadores admitem que existe a possibilidade do Dilúvio ter acontecido

Os pesquisadores mais tradicionais agora depois de tatas evidências, acreditam seriamente sobre essa questão. Isso mostra uma mudança de pensamento, bem como a aceitação de que o dilúvio realmente aconteceu.

 

 

Escrito por Redator