Marília Mendonça é condenada, mesmo depois de morta, a pagar R$ 360 mil a dupla sertaneja

A artista chegou a entrar com recurso judicial

PUBLICIDADE

Mesmo depois de morta, Marília Mendonça está sendo processada pela Justiça por um empresário que gerencia a carreira da dupla Mauro e Felipe.

Acontece que Pedro Barbosa dos Santos, o empresário dos cantores, acusou Marília de ter vendido músicas para seus cliente e negociar as mesmas com outros famoso.

PUBLICIDADE

Diante da situação, Pedro alegou “inutilidade das letras musicais” das canções que lhe foram vendidas por Marília Mendonça.

No ano passado, pouco tempo antes de perder a vida em um trágico acidente de avião, Marília tinha feito uma apelação na Justiça pedindo a anulação do processo.

PUBLICIDADE

Mas o resultado saiu recentemente, depois de cinco anos de processo, e não foi nada agradável para a família de Marília, que agora terá que quitar a dívida da indenização com o dinheiro deixado pela sertaneja.

O valor que foi determinado a ser pago por cada música é de R$ 60 mil, totalizando a quantia de R$ 360 mil pelo total de 6 canções vendidas por Marília.

PUBLICIDADE

A herança de Marília está sendo administrada pela mãe da cantora, Ruth Moreira, já que o ex-companheiro da Rainha da Sofrência, o cantor Murilo Huff, se absteve do dinheiro deixado por ela.

O valor do patrimônio de Marília foi avaliado em R$ 500 milhões, porém não houve confirmação da quantia exata da herança. até o momento, nem a mãe nem o pai do filho de Marília se manifestaram sobre o desfecho do processo contra ela.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Aurilane Alves Costa Cavalcante

Colunista dedicada ás notícias envolvendo a televisão, o mundo dos famosos e curiosidades, além também de atualidades.