Empresa americana de biotecnologia tentará trazer 20 mortos de volta

PUBLICIDADE

Será possível conseguir realizar esse grande feito? Bom, segundo esses especialistas, sim, é possível, e vamos mostrar como eles chegaram a essa conclusão.

Esse método apresentado por essa empresa é considerado bem ousado e um tano curioso. Mas, o experimento consiste em ‘ressuscitar’ vinte pessoas mortas.

PUBLICIDADE

A Bioquark é uma companhia que fica na Filadélfia. A empresa acredita que esse projeto dará certo e está recebendo todo o apoio dos Estados Unidos nessa experiência.

Se você, assim como eu, também pensou que eles iriam pegar pessoas de dentro de um caixão, abaixo da terra para revivê-los, estamos errados.  Eles pretendem dar a vida para aquelas pessoas que vivem apenas por aparelhos, aqueles que morreriam caso eles fossem desligados.

PUBLICIDADE

Segundo eles, esse tipo de pesquisa e experimento nunca foi feito, eles são pioneiros. Caso dê certo, o experimento poderá ser um salto na medicina em casa de reverter a morte de uma pessoa que já foi dada como morta, mas ainda está ‘ligada’ por aparelhos médicos.

Segundo eles, para que haja êxito no experimento, é preciso haver uma combinação entre os aparelhos e o sistema nervoso central, sem contar os aparelhos da medicina biológica para que ocorra tudo conforme o esperado. Com a união de todos eles, é necessário que seja testado em alguém que não tenha ‘vida’ longe dos aparelhos.

PUBLICIDADE

Eles pretendem fazer a aplicação de células-tronco e também uma estimulação nervosa nas pessoas que possuem traumas cerebrais.  Com muito estudo e pesquisa, eles chegaram a conclusão de que há fluxo de sangue e atividade elétrica existente ainda que haja a morte de alguma célula cerebral.

O experimento já foi feito nas vinte pessoas e a empresa segue aguardando os resultados da regeneração da medula espinhal dessas pessoas. A espera deve ocorrer por cerca de seis semanas, e caso haja sucesso, isso poderá salvar a vida de muitos que obtiverem fortes traumas cerebrais.

Escrito por Redator