‘Deus não quer me ver sofrer’: Colômbia autoriza eutanásia de mulher sem estado terminal

PUBLICIDADE

Martha Liria Sepúlveda tem 51 anos e é a primeira mulher a conseguir autorização para a eutanásia na Colômbia, mesmo que ela não esteja em um quadro terminal.

Martha sofre com ELA (Esclerose lateral amiotrófica), e por isso não consegue andar. Além disso convive com muitas dificuldades e dores. Foi então que ela tomou a decisão de solicitar uma autorização para a eutanásia, pouco depois de que a Corte Constitucional, que é o Supremo Colombiano ter ampliado o direito a essa prática, que antes era concedida apenas em casos terminais.

PUBLICIDADE

A data para a morte dela foi marcada para o dia 10 do mês de outubro. À emissora colombiana Martha diz que é uma mulher católica e que tem muita fé em Deus. Porém, tem certeza que Deus não quer ver ela sofrendo. Justificou dizendo que nenhum pai deseja ver os filhos sofrendo.

Essa decisão vai contra os princípios católicos, e por isso encontra muita resistência dentro da igreja. À TV colombiana perguntou para Martha como ela está lidando com isso diante dos líderes católicos.

PUBLICIDADE

Em resposta, a mulher disse que o que diz aos padres é sempre a mesma coisa, que está sofrendo muito e por acreditar que Deus não deseja ver ela passando por essa situação. Ela também disse acreditar que Deus está permitindo que ela tome essa decisão por não gostar de saber que ela está nessa situação de sofrimento. Ela escolheu morrer em uma manhã de domingo.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator Seguindo News

Escrevo sobre os mais diversos temas. Prezo pela parceria com os publishers. Os divulgadores que precisam de matérias específicas podem solicitar.