Bíblia rasgada em exposição no Recife revolta cristãos e católicos

Uma exposição realizada no Recife causou grande revolta em cristãos e católicos por ter objetos que são considerados símbolos do cristianismo, tanto do catolicismo quanto do protestantismo zombados e vandalizados.

A exposição de arte foi realizada no Centro de Artes e Comunicação da Universidade Federal do Pernambuco. Durante a exposição uma Bíblia teve suas páginas rasgadas e partes íntimas desenhadas e coladas nas páginas que não foram rasgadas.

A exposição também tem obras que fazem apologia ao aborto e outras causas apoiadas pelo movimento feminista. Segundo informações a intenção do evento é deixar em foco as questões de gênero e sexualidade de forma poética, mas o que acabou acontecendo, foi à falta de respeito com a fé dos evangélicos e católicos.

Quem fez a denúncia foi uma página de estudantes da própria Universidade.

PUBLICIDADE

A bíblia foi utilizada com o único objetivo de ser zombada e vandalizada, já que durante o evento suas páginas foram rasgadas, rabiscadas com desenhos de partes íntimas, alguns desenhos e alterações foram feitos pelo público que visitava a exposição, outros pelos próprios artistas. É algo que deixa qualquer um espantado, o ato de vandalizar e zombar da fé do outro.

A página que fez a denúncia lembrou-se de uma lei do código penal que trata a respeito de ofensas de cunho religioso, devido à exposição da Bíblia e a ofensa à fé dos cristãos.

CP-Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940. Art.208- Escarnecer de alguém publicamente por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso citou o grupo.

Os alunos também já criaram um documento onde eles irão colher assinaturas, para fazer um abaixo-assinado, e denunciar a exposição junto ao Ministério Público.

PUBLICIDADE