A história triste da menina de 13 anos que não pôde ser resgatada; suas últimas palavras irá te comover

A história dela irá te deixar de cabelo em pé

PUBLICIDADE

A história que você irá ver hoje não aconteceu por agora, mas em 1985 em uma cidade bem pequena da Colômbia e apesar de ter acontecido há muitos anos atrás, ela trás uma lembrança das mais trágicas na história da cidade e também para o mundo.

No Brasil estamos vendo o que os desastres naturais são capazes de fazer em algumas regiões, tirando a vida de muitas pessoas e deixando famílias sem lares. Pois bem, a história triste em questão, aconteceu após um vulcão, nomeado de Nevado Del Ruiz, entrar em erupção.

PUBLICIDADE

A erupção do gigante pegou a cidade de Armeno em cheio e na época viviam cerca de 50 mil pessoas lá, dessas, 25 mil acabaram perdendo suas vidas, se tornando um caso internacional. Mas o que ganhou mais destaque na mídia foi o caso de Oamayra Sãnchez.

Isso porque a menina que só tinha 13 anos de idade, viveu seus últimos momentos de vida sob a tela de uma câmera. Os destroços causados pela erupção, destruiu tudo, inclusive a casa onde a menina vivia com seus familiares.

PUBLICIDADE

Ela acabou ficando presa entre os destroços e submersa na água e sem qualquer equipamento para resgata-la, era só questão de tempo até que ela falecesse. Durante três longos dias ela lutou pela vida, mas não resistiu.

PUBLICIDADE

O fotógrafo Frank Fournir foi o responsável por registrar em imagens os últimos momentos dela, mostrando também o sofrimento e a coragem de uma criança. As últimas palavras dela para o fotógrafo foi se alguém podia levar ela para a escola, pois ela iria se atrasar.

Escrito por Redator Jts

Universitário, acompanho diariamente o mercado financeiro e nas horas vagas escrevo artigos de curiosidades, reality's e entretenimento em geral!