Silas Malafaia rebate críticas sobre o modo como ele e sua igreja tratam moradores de rua

Silas Malafaia rebate críticas sobre o modo como ele e sua igreja trata moradores de rua.

O pastor Silas Malafaia usou seu canal do Youtube para falar abertamente sobre as críticas que ele e sua igreja vêm recebendo sobre o modo como eles tratam os moradores de rua. Um vídeo que foi divulgado nesta terça-feira dia 10 de Julho, onde um morador de rua é agredido, esse vídeo foi gravado por uma das câmeras de segurança.

O pastor Silas Malafaia se defendeu dizendo que a igreja não impede a entrada de moradores de rua, pelo contrário, as portas da igreja são abertas a todos os que quiserem entrar. Para o pastor, o erro foi do segurança na entrada da igreja.

PUBLICIDADE

De acordo com o pastor, eles contrataram policiais militares para cuidar dos carros que param em frente à igreja. Aconteceram muitos assaltos à mão armada, roubos de carros e o pastor Silas disse que resolveu acabar com a festa dos bandidos. A ordem que ele deu é que pessoas com “bugigangas” e coisas que a gente não sabe o que são não entrem na igreja. Veio um cara mendigo com um carrinho e queria entrar com a “bugiganga” toda para dentro da igreja. O policial disse que a “bugiganga” não entra, só podia entrar ele, que teria que deixar suas coisas ali mesmo. Aí que começa o erro do policial. Ele pegou o carrinho do mendingo, levou para o outro lado da rua, e ainda dá um empurrão no cara. Que história é essa? Claro que é uma situação errada! Disse o pastor Silas Malafaia.

O pastor ainda declarou que as críticas foram feitas por pessoas contrárias à igreja e a ele, pessoas que têm se incomodado com o trabalho que eles vêm realizando. Ele relatou que o morador agredido voltou à igreja e aceitou a Jesus.

Silas chama aqueles que o criticaram de inescrupulosos e aproveitadores, aqueles que os odeiam… Gente que não tem caráter, ética, quer usar isso para tentar atacar a ele, como se a igreja da qual ele é o pastor impedisse pessoas de mendicância de entrar. E finalizou afirmando que a igreja dele sempre está aberta para todos.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE