Homem conta sua jornada de ex-traficante à pastor

Durante cinco anos de sua vida, mais precisamente, dos 13 aos 18 anos, Leonardo Matos se dedicou inteiramente ao mundo das drogas. Leonardo, além de usuário de drogas, chegou até mesmo a se tornar traficante. Hoje, depois de alguns anos, Leonardo é pastor, formado em teologia, e oferece amparo e ajuda à pessoas que estão passando por situações semelhantes à que ele já viveu e presenciou.

Leonardo conta que nasceu em uma família que não possuía uma base bíblica, apensar de boa e humilde. Houveram crises na família de Leonardo que desestruturou a todos. Em meio há problemas, em um descuido e ausência de sua mãe, Leonardo, aos 13 anos de idade, levou alguns amigos seus para sua casa, onde um deles havia levado maconha. Com intenção de preencher seu vazio existencial e buscar prazer e alegria, Leonardo, que já havia tido contato com bebidas alcóolicas, fumou seu primeiro cigarro.

O menino não se sentiu satisfeito o suficiente, então buscou cada vez mais aquele prazer momentâneo. Leonardo começou a usar a droga com frequência, até que aos seus 14 anos de idade ele experimentou o crack. A partir dali, o rapaz passou da maconha ao crack, cocaína, LSD, dentre muitas outras.

PUBLICIDADE

Sua mãe, desesperada, tomou a iniciativa de afastá-lo dessas companhias e eles se mudaram.

Algum tempo depois, Leonardo recebeu um convite para ir em uma casa. Ao chegar, ele se deparou pela primeira vez com o evangelho, onde conheceu Jesus e onde se entregou verdadeiramente. Isso aconteceu aos seus 18 anos de idade. Leonardo conta que chamou Jesus para entrar em sua vida e consertá-la conforme a vontade dEle, e foi isso que aconteceu.

Depois de ler a Bíblia, frequentar igrejas e ser discipulado por pessoas preparadas, Leonardo foi liberto do vício. Ele conta que não precisou de um centro de recuperação para dependentes, mas que é a favor. Ele fica feliz em dizer que Jesus mudou sua vida e que hoje ele é um homem transformado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE