Bebê adorável desafia a todos depois de ter nascido com 3 problemas cardíacos e síndrome de Down

Todos ou pelo menos uma grande parte das pessoas, tem uma noção de que ter um bebê é uma grande responsabilidade. E esse pensamento não é de somente pais que tem filho e sim também daqueles que não têm também. E toda essa responsabilidade não começa somente depois que o bebê nasce, e sim, a partir do momento em que se descobre a gravidez.

As visitas médicas e testes são a maior parte para que possamos acolher este pequeno ser humano no mundo. Durante estas visitas ao médico, em uma ultra-sonografia, quando ja estava com 20 semana de gravidez, Bonnie Witaschek fez a descoberta de algo que ela ja tinha um pressentimento, mas ainda não estava completamente preparada para ouvir tal notícia.

“Os médicos viram um defeito cardíaco e o bebê não parecia ter um osso no nariz. Eu sabia no meu coração que ela tinha síndrome de Down ”, disse a mãe. “Em relação aos problemas cardíacos, eu era ignorante e achava que eles não seriam nada. Eu não sabia que ela iria precisar de cirurgia cardíaca. Quando descobri que isso ia acontecer, foi muito assustador para mim ”.

PUBLICIDADE

Em 3 de setembro de 2017 nasceu Kitty Cosette Ola Witaschek, e sim, ela nasceu com síndrome de Down, mas além disso, ela também nasceu com três problemas cardíacos, um defeito no estômago e hiperinsulinismo congênito (o que seria um distúrbio genético que resulta em uma baixa de açúcar no sangue). Assim que os pais do bebê ficaram sabendo de tudo isto, acharam que Kitty não iria conseguir sobreviver, porém logo que colocaram os olhos nela, eles tiveram a certeza de que tudo ficaria bem.

“Mas no momento em que ela saiu, ela era muito bonita”, falou Bonnie. “Ela era tão forte e seus olhos estavam tão atentos e ela queria ver tudo na sala e eu estava maravilhada com ela. Naquele exato momento, decidi que ela ficaria bem”.

Suas primeiras semanas não foram muito fáceis, Kitty passou por duas cirurgias cardíacas e mas uma estomacal.

PUBLICIDADE

“Foi como assistir a um filme mudo. Eu estava fora do meu corpo. Não consigo imaginar que tenha respirado durante esse tempo, esperando ouvir que ela conseguiu sair” – disse a mão de Kitty.

“Esperando na sala de espera, sempre que eu via esfoliação azul virando a esquina meu coração parava e eu apertava a poltrona“, ela continuou. “Mas ela saiu lindamente e eu tenho uma foto dela olhando ao redor e piscando com 5 semanas de idade. Ela é tão forte. É como se nada tivesse acontecido com ela”.

Bonnie é mãe de mais 5 crianças, ela diz que Kitty é a sua “garota mágica”, ela comentou também que todos da equipe médica se apaixonaram por ela no mesmo momento. Ela não era apenas uma criança muito adorável, era também um pequena dama muito forte!

PUBLICIDADE

Agora chegando em seus 7 meses, Kitty está prosperando. A mãe diz que ela é muito doce e está completamente “admirada”. “Ela é alegre e sorridente e gosta de atenção. Ela nunca chorou muito em sua vida ” completou a mãe.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE